19 janeiro 2018

Piolhos GRRR

Longe vão os tempos em que piolhos era um assunto tabu. No meu tempo de escola, sempre que as professoras detetavam bicharocos nas cabeças chamavam os pais e ia tudo para casa tratar da infestação, sendo que mantinha-se o acontecimento no segredo dos deuses sob pena de sermos gozados e achincalhados no recreio. 

Felizmente hoje fala-se de piolhos com a mesma naturalidade que se sugere um restaurante de sushi. As mães apresentam as suas experiências e trocam mezinhas vencedoras sem preconceitos. 

Os piolhos são uma praga, é difícil acabar com eles e o processo requer trabalho e muitas horas dispensadas. Basta ficar 1 ovinho perdido e daí a umas semanas temos nova comunidade de animais estaladíços a saltitar de cabeça em cabeça.

Aqui na tribo temos sido bastante afetados pela piolhagem. No início de 2017 o mais velho apanhou e foi uma árdua tarefa aniquilar os piolhos e lêndeas. Usei mais de 5 produtos de farmácia diferentes, usei vinagre, amaciador, oleo de fritar batatas, perfume e quando dava por isso lá andava ele a coçar a cabeça novamente.

Este ano desde que começou a escola temos feito prevenção semanal com o shampoo da Paranix e todos os dias levam perfume no cabelo que dizem servir de repelente. Entretanto apanharam os dois bicharocos e fizemos o tratamento completo. Adoro o localizador de lêndeas pois é efetivamente mais fácil localizá-las. Depois uso o shampoo diáriamente e passo o pente metálico pelo cabelo todo. Para além disso mudo a roupa das camas, as tolhas, bonecos e todos os têxteis por onde passam. É uma canseira. 








 Xô Piolhos 

Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 
Autora Mães.PT

18 janeiro 2018

Ano Novo, Cabelo Novo

Sabem aquelas avós de cabelinhos brancos e pêlo com textura de arame farpado no queixo? Sou eu.

No auge dos meus trinta e pouquíssimos anos sinto me uma avó no que toca a assuntos capilares e pilosidades. Herdei a má genética da minha mãe e se não pintar o cabelo de mês a mês, pareço uma velhotinha de cabeça branca. 

Não tendo muito tempo disponível e poupadinha que sou, compro sempre tinta de supermercado. Gosto também do sentido prático de pintar o cabelo quando me apetece sem ter de fazer marcações e muito menos estar horas enfiada num salão de cabeleireiro. 

Ultimamente tenho usado o Keratin Color em louro mel da Schwarzkopf e gosto bastante do tom e da durabilidade da tinta. A aplicação é muito simples e cobre totalmente os brancos. Normalmente pinto o cabelo sozinha mas acabo sempre com bronze na testa, orelhas, pescoço e limítrofes vai daí recorro à ajuda da minha mãe sempre que posso. Também não faz mais que a sua obrigação uma vez que é a grande responsável pela constituição destes genes fraquinhos.




Cabelos pintados requerem muitos cuidados adicionais e por isso uso normalmente a gama Gliss Fiber Therapy também da Schwarzkopf que repara as fibras capilares danificadas pelo uso frequente de tintas, de secador e placas de alisamento. O cabelo para estar bonito e saudável precisa de bons produtos e de alguma dedicação. 







Há por aí mais avózinhas? Pintam em casa ou no cabeleireiro? Contém me os vossos segredos capilares.

 *****

Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 
Autora Mães.PT

Voltei à Vida

Como é que ainda não desistiram de passar por aqui diariamente?

Peço imensa desculpa pela longa ausência mas os meses de Dezembro e Janeiro são um caos para mim. A organização da EXPONOIVOS consome-me toda a energia, aliado aos miúdos sempre doentes, reuniões, eventos, dias festivos para preparar, foi completamente impossível dedicar-me ao blog. Quem me segue no Instagram tem acompanhado a loucura que tem sido a minha vida no último mês.

Entretanto já passou tudo, mas a falta de descanso, o frio que apanhei no Porto deixou-me uma infecção respiratória que me tem dado muito trabalho. Achava que era uma constipação tramada, mas a febre, as dores pelo corpo todo e a falta de energia levaram-me ao hospital e confirmou-se o que já suspeitava. Uma infeção respiratória que se deixasse evoluir podia passar a pneumonia. Daí o cansaço extremo que sentia.

Resta-me descansar para ficar totalmente recuperada e voltar à vida. Esta menina não foi feita para estar refastelada de sofá há 4 dias consecutivos.  

Obrigada por estarem desse lado mesmo quando não há conteúdos novos.

Agora a sério já passou o Natal?



30 dezembro 2017

Vem 2018

Para 2018...

1-  Que as birras se extingam nesta tribo
2 - Que eu passe a odiar tudo o que tenha açúcar
3- Que conheça mais um destino exótico
4- Que a minha família e amigos tenham saúde
5-  Que os projetos que estão para chegar sejam um sucesso
6-  Que o meu marido continue a ter paciência para mim e vice versa
7-  Que a minha irmã fique noiva e a Carla Loureiro também
8- Que daqui a 1 ano estejamos todos cá para contar as aventuras de 2018


Para vocês que me seguem, que comentam, que deixam os vossos testemunhos e pontos de vista desejo tudo de bom. Obrigada pela companhia e pela força. Valeu.

Despeço-me com Bem Hajam porque fica sempre bem em qualquer discurso de levar à lágrima.

Sejam felizes pessoas desse lado.



 *****
Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 
Autora Mães.PT



O melhor de 2017

Estamos a despedir-nos de 2017 e fica sempre aquela nostalgia pelo ano que passou. Arrumam-se as memórias e fazem-se planos para o ano seguinte.

Estes foram os objetivos que tracei para 2017 e no geral consegui cumprir quase tudo

1 -Conhecer um novo país: conheci 3 portanto não me posso queixar Inglaterra, Maldivas, Marrocos
2- Batizar o mais novo: feito
3- Explorar novos cantos de Portugal: feito Reguenguinho, Arouca,  zona Norte, zona centro 
4- Dedicar mais tempo à brincadeira com os miúdos: feito
5- Comer melhor (vou abolir a palavra dieta da minha vida, cansei): esta fica para 2018
6- Ser mais contida nos comentários: tentei, juro que tentei
7- Arreliar-me menos com as atitudes das pessoas: feito 
8- Dizer menos asneiras: passo à seguinte... 
9- Sair mais, viver mais: feito 
10- Ser Feliz e fazer ou outros felizes: feito

A vida é feita de momentos e de memórias por isso aqui fica o best off do meu ano

Janeiro levou-me a Londres numa escapadinha a 2 que soube pela vida. Passear a 2 quando se tem uma vida tão intensa é ótimo para revitalizar o corpo e a mente
Fevereiro experimentei rafting no rio Paiva e foi dos fins de semana mais hilariantes que passei em 2017 na companhia dos amigos 
Março viajámos os 4 para o paraíso Maldivas e foram 12 dias de molho nas águas quentinhas do índico 



Em Abril lancei a coleção de verão da Cutxi Kids, a minha marca de roupa da qual muito me orgulho

Maio o Santiago fez 2 anos e preparámos uma bonita festa na qual se divertiu muito 
Junho pai e filho mais velho fazem anos no mesmo dia e comemoramos sempre com a família e amigos 
Ainda em Junho fizémos 7 anos de casados e rumámos à Herdade do Reguenguinho para celebrar 
Julho o mês da ansiedade pré férias e aquele em que faço anos - 34. 
Agosto foi uma galderice pegada tal como nós adoramos. Um mês inteiro em modo nómada Marrocos, Coruche, Praia da Sãozinha, Vigo, Ilhas Cíes, Coimbra e Costa Vicentina.
Em Setembro os miúdos voltaram, finalmente, para a escola o escritório onde trabalho mudou de instalações e foi um mês para nos adaptarmos às novas rotinas.
Em Outubro, lancei a coleção Little gentleman da Cutxi Kids a mais gira até hoje.

Novembro, o Santiago foi batizado e partilhámos este momento com pessoas muito especiais na nossa vida.
Ainda em Novembro os meus amigos organizaram uma campanha de angariação de fundos para as vítimas dos terríveis incêndios da pampilhosa da serra. uma ação solidária incrível e da qual muito me orgulho. 


Dezembro, natal e a minha avó ainda connosco. 

Foi um ano com saúde, com a família por perto, com amigos que me ajudam e apoiam sempre, com trabalho, com sucesso pessoal, o que poderia pedir mais?

O Pior? não falemos de coisas menos boas porque essas servem de aprendizagem.

Que venha 2018.

 *****
Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 
Autora Mães.PT

27 dezembro 2017

Natal à mesa com a tribo Rodrigues Inácio

A quadra natalícia é vivida muito intensamente nesta tribo de índios albinos. Começamos a preparar tudo ao pormenor com bastante antecedência para que nada falhe na noite mais mágica do ano.

 Inspirei-me no estilo nórdico para decorar o nosso Natal e queria muitos elementos naturais. Optei por comprar pinheiro nórdico e fiz umas coroas que serviram de mote à decoração da mesa para as 3 refeições familiares que preparámos. (podem ver no Instagram)


Entretanto chegou o Kit mais giro da Castelões e a árvore ganhou um novo look



Basicamente o Natal faz-se à mesa com a família reunida, as iguarias tradicionais da época, o arroz doce da avó, bom vinho, o borrego assado, bacalhau, o polvo e tantas outras coisas boas. As conversas são longas, as risotas ecoam pela casa e todos se deixam levar pelo espírito do momento e pelo néctar de uva que ajuda a soltar línguas.  

A mesa é portanto a grande protagonista do nosso Natal e faço questão de vesti-la a rigor para a ocasião. 

Jantar 1 - 23 Dez - Verde
com os primos que vêm Moçambique para celebrar o Natal em família 




A toalha bordada a ponto de cruz pela avó, de valor inestimável para mim, uma coroa, velas, troncos, bambis e raminhos de abeto. Na parede, coroas de abeto e um ambientador de pinho da Sonasol. 

Jantar 2 - 24 Dez - Vermelho










Decoração da ceia de Natal em branco e vermelho com apontamentos naturais de abeto, pinhas e bolotas apanhadas pela criança mais velha da casa e que guardo religiosamente.  
A grinalda também foi o presente de Natal que fez na escola. 
Papa Figos sempre para os dias especiais. 

Almoço 3 - 25 Dez - Dourado




Celebrar o natal à mesa com as pessoas que mais gostamos, há lá coisa melhor?

*****
Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 
Autora Mães.PT

15 dezembro 2017

PASSATEMPO LEGO

Há por aí pais e filhos que gostem de fazer construção de LEGO em família?

Aqui na tribo os legos fazem parte do nosso quotidiano e integram a decoração da sala. Há sempre uma caixa com centenas de peças coloridas prontas a explorar. 

Para mim, o LEGO é dos brinquedos mais completos para as crianças porque permitem desenvolver inúmeras capacidades cognitivas e são um estímulo à criatividade.  

Neste sentido, trago um passatempo muito especial.

11 dezembro 2017

Sobre Embrulhar

Nesta altura do ano fazem-se km de embrulhos de todas as cores e feitios e consigo identificar dois grupos muito distintos de pessoas. Há as aprumadas e super metódicas que seguem à risca o ditado que diz que os olhos também comem, dedicando toda uma vida a embrulhar presentes; e depois há as "embrulhadeiras" mais legalize que estão nem aí para este assunto, perdem mais tempo a sacar desenrolar metros de papel com a Popota do que no ato em si. 

Eu sou do primeiro team, adoro fazer embrulhos bonitinhos e detesto aquele papel de supermercado que se rasga sempre que alguém espirra no prédio do lado. Este ano já comecei a tratar desta tarefa e apesar de ainda estar na fase das experiências deixo esta ideia para vos servir de inspiração.

Utilizei cordel de risca vermelha (AKI) e fita cola  rollafix UHU. Para dar um ar mais rústico e natural fiz folhas de louro carimbadas.

No próximo fim de semana vou continuar com outras ideias que entretanto surgiram e que podes acompanhar no Instagram


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...