18 maio 2017

Porra, tenho fome

Estou de dieta. Novamente de dieta.
A balança lá de casa, que creio estar avariada, mostrou-me na passada segunda feira um número horrivelmente redondo. 
Tenho de trocar as pilhas do bicho.

Na verdade já sabia que os abusos do último mês teriam as suas consequências. As calças parecem ter encolhido na máquina, as camisolas mais justas do que o normal e as preguinhas no lombo multiplicaram de volume.

Joguei-me novamente à comida do paleolítico e até tem corrido bem. Sou uma mulher de Neandertal. Em 4 dias não enfiei nada que contenha açúcar, nem hidratos de carbono e zero Shit food.  

Sinto-me feliz pela conquista mas tenho FOME, muita FOME.
Este corpinho que Deus me deu e que tenho vindo a engordar como se tratasse de um suíno, está em negação.

Dieta sem fome é tipo o monstro do Lago Ness, não existe, é mito.

Passado 2h de ingerir cenas coloridas, ervas e bagalhotas diversas, o estômago começa a roncar muito alto e a implorar que lhe dê uma bolachinha ou um pão misto com manteiga. Definitivamente não fui feita para herbívoro.

Eu tento dizer-lhe que não pode ser, que quero melhorar a minha saúde e recuperar as formas mas o estúpido não entende. Continua a fazer mini tornados dentro de mim. Depois dou-lhe água, litros de água, chá e nada. Raistaparta a dieta.

É um sofrimento. 


Se tiverem dicas para acalmar esta dor partilhem.

*****
Follow me: Instagram @blog_ohcutxicutxi | Facebook 

2 comentários:

  1. Por aqui passa-se o mesmo. Bem que uma pessoa podia ter nascido com uma genética melhor para não precisar de fazer dietas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A culpa é toda das nossas mães! Beijinho e boa dieta

      Eliminar

diz o que te vai na alma, mas sê boa pessoa, a gerência agradece!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...